156 Acesso àInformação

Conheça Curitiba

População

Curitiba é a oitava cidade mais populosa do Brasil e a primeira do estado do Paraná com 1,9 milhão de habitantes, de acordo com dados do IBGE de 2017. Segundo levantamento do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de 2000, apenas 52,3% da população curitibana era natural do município. Esse movimento tem influenciado não apenas Curitiba, mas também os demais municípios que compõem a Região Metropolitana.

O Censo Demográfico do IBGE de 2010 mostra que o sexo feminino representa 52,3% e o sexo masculino 47,7% da população total. Em relação à composição etária, a faixa de 20 a 34 anos concentra 28% da população curitibana, com destaque para a faixa de 25 a 29 anos.

CENSO DEMOGRÁFICO

Veja o crescimento populacional de Curitiba entre 1970 e 2010

A população de Curitiba está distribuída por 75 bairros. A Cidade Industrial concentra 10% da população total.

 

OS BAIRROS MAIS POPULOSOS

Veja a distribuição da população curitibana entre os bairros da cidade

QUANTOS SOMOS

Acompanhe o crescimento da população de Curitiba entre 2000 e 2017

AnoPopulação
20001.587.315
20011.620.219
20021.644.600
20031.671.194
20041.727.010
20051.757.904
20061.788.559
20071.797.408
20081.828.092
20091.851.215
20101.751.907
20111.764.540
20121.776.761
20131.848.946
20141.864.416
20151.879.355
20161.893.997
20171.908.359
20181.917.185
Fonte: IBGE
PIB

A capital paranaense faz parte do grupo dos cinco municípios brasileiros que concentram 27% de toda a riqueza produzida no país. De acordo com o IBGE, em 2016, o Produto Interno Bruto (PIB) da cidade foi de R$ 83,8 bilhões, ocupando a 5ª posição no ranking nacional. O PIB per capita de Curitiba é de R$ 44,2 mil (2016). O setor de Serviços é responsável por 84,7% do PIB total, a Indústria responde por 15,28% e a Agropecuária por menos de 1%.

 

RIQUEZA

Veja o levantamento do PIB de Curitiba entre 2010 e 2016

AnoProduto Interno BrutoPIB per capita
2010R$ 58.122.788,25R$ 33.272,04
2011R$ 65.924.883,45R$ 37.360,92
2012R$ 70.637.708,53R$ 39.756,45
2013R$ 79.767.473,01R$ 43.142,13
2014R$ 81.198.398,55R$ 43.551,65
2015R$ 83.856.185,68R$ 44.619,66
2016R$ 83.788.904,45R$ 44.239,20
Fonte: IBGE
Elaboração: Agência Curitiba/Observatório Econômico
Renda

Em 2010, de acordo com pesquisa do IBGE, o rendimento médio nos domicílios particulares permanentes de Curitiba foi de R$ 3.774,19.

CLASSES SOCIAIS

Distribuição de renda segundo as classes sociais.

 

Empresas

Curitiba ocupa o 4º lugar no ranking das capitais brasileiras em número de estabelecimentos econômicos. Segundo a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), do Ministério do Trabalho e Emprego, são aproximadamente 155,4 mil empresas formais ativas em 2017, sendo o setor serviços responsável por 55% delas.

O percentual do setor terciário demonstra que Curitiba segue a tendência das grandes cidades do mundo, as quais apresentam maior destaque nos setores ligados a serviços. Em relação ao porte das empresas, 99% delas são micro e pequenas.
Na composição dos estabelecimentos por bairros, em 2017, segundo a Secretaria Municipal de Finanças, cerca de 40% se concentraram em dez bairros: Centro, Cidade Industrial (CIC), Sítio Cercado, Água Verde, Boqueirão, Portão, Cajuru, Bigorrilho, Xaxim e Uberaba.

MEIs

Curitiba é a 7ª capital brasileira em número de microempreendedores individuais (MEIs), totalizando 94.989 em 2018. As principais atividades são cabeleireiros, comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios e outras atividades de tratamento de beleza. Para essas três atividades, as mulheres representam, respectivamente, 77,3, 79,2% e 95,7.

Mercado de trabalho

O município totalizou 863,1 mil empregos formais, o que o coloca no 5º lugar no ranking das capitais. O setor terciário (serviços e comércio) é responsável por 85,7% do total de empregos formais em Curitiba e as empresas de grande porte respondem por 43,29% deste total. Do total de 155.407 estabelecimentos ativos em 2017, o setor terciário representa 87,5%. O setor industrial é responsável por 12,5% e o primário, por 0,4%.

Em relação ao porte dos estabelecimentos, cerca de 97% dos estabelecimentos correspondem a microempresas, seguidas por 2,6% de empresas de pequeno porte.

As informações são do Ministério do trabalho e Emprego e constam da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) de 2016.

Comércio exterior

Em 2017, Curitiba foi a quinta capital brasileira que mais vendeu para o exterior, totalizando US$ 1,5 bilhão em exportações. Os quatro principais destinos foram Argentina (27,1%), Peru (11,9%), Chile (8,5%) e Estados unidos (6,2%).

Os principais produtos exportados foram:
• Tratores (21,81%);
• Veículos para transporte de mercadorias (11,24%);
• Madeira serrada ou endireitada longitudinalmente, cortada ou desenrolada, mesmo aplainada, polida ou unida pelas extremidades, de espessura superior a 6 mm (7,79%);
• Veículos para o transporte de dez pessoas ou mais, incluíndo o condutor (5,28%).

Quanto às importações, em 2017 a cidade importou US$ 2,4 bilhões tendo como principais origens China (28,9%), Estados Unidos (24,8%) e Argentina (4,1%). Segundo informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior , o principal produto importado foi “Óleos de petróleo ou de minerais betuminosos, exceto óleos brutos” (24,75%).